3.1.09

Rosário


Não quero mais rezar as tristes contas deste rosário! Cansei de repetir a mesma ladainha.

Chega! Quero logo a absolvição! Quero logo solução. Perdoar... Perdoar-me.

Quero seguir adiante e pra isso preciso romper! Estirar o fio ao máximo mesmo que me sangrem as mãos. Arrebentá-lo de vez e deixar que rolem as contas ao chão.

Preciso mudar. Seguir adiante. Começar o ano de alma aberta, fio vazio na mão, aguardando novas dores a alegrias a serem rezadas.

Um comentário:

Daniel disse...

Existe dentro de cada um de nós um grande abismo inalcançável...
Que tenhamos força para superar nossas mais profundas questões sem qualquer tipo de sequela e arrependimento...
Bjo e Força!